Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Leituras

divulgação de livros; comentário de obras lidas; opiniões; literatura portuguesa; literatura estrangeira

Leituras

divulgação de livros; comentário de obras lidas; opiniões; literatura portuguesa; literatura estrangeira

Felicidade, romance de João Tordo, editado por Companhia das Letras, 1.ª edição: Outubro de 2020.

O título remete-nos para um conceito completamente oposto ao ambiente que a narrativa nos apresenta: Felicidade como nome próprio de uma das personagens, mas também aquele estado de alma e de vivência que todo o ser humano procura. E, numa trilogia de nomes falantes que compõem esta complexa trama, felicidade é a primeira a morrer para todos, restando até ao fim a esperança, "a última a morrer" também.

Marcado pelo destino, o narrador personagem é uma daquelas figuras de tragédia grega, um descendente da família dos Atridas, uma família maldita que os deuses perseguem sem descanso. Qual Orestes perseguido pelas Erínias, as divindades da vingança e do ódio, ele carrega em si, desde a sua adolescência,  um episódio que o marcará para sempre e atormentará os seus dias.

Romance com todas as características de tragédia grega, não faltando mesmo o adivinho cego que, qual coro, profetiza e aconselha.

Uma obra que nos prende desde a primeira página e nos surpreende sempre, com novas peripécias até ao desenlace.

feli.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.