Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leituras

divulgação de livros; comentário de obras lidas; opiniões; literatura portuguesa; literatura estrangeira

Leituras

divulgação de livros; comentário de obras lidas; opiniões; literatura portuguesa; literatura estrangeira

 

A. G. Roemmers, O Regresso do Jovem Príncipe, lua de papel, Outubro de 2011, 126 páginas.

 

O autor traz de novo à terra, neste século XXI, o Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry, agora um jovem adolescente, cheio de dúvidas e de questões, que procura entender o mundo e o caminho para a felicidade.

 

A obra tem um prefácio de um familiar de Saint-Exupéry, Bruno d'Agay, que afirma: "Este livro faz-nos recordar tudo aquilo que convém não esquecermos: o amor, a fraternidade, a educação, a família, os valores que são o cimento das sociedades civilizadas e humanas"

 

Um livro cheio de poesia e encanto. Um bálsamo neste mundo desordenado e cruel. Na sua simplicidade e inocência, indica-nos caminhos, faz-nos pensar naquilo que é verdadeiramente importante e necessário para viver feliz.

Através da magia e do regresso ao mundo fantástico dos príncipes que caem do céu, apresenta verdades universais e dá uma verdadeira lição de vida, incitando a um regresso à pureza da infância.

 

" Por vezes as pessoas são como ostras. Tudo o que temos de fazer é esperar que nos deem a pérola que têm dentro de si."

 

"Por vezes, sem nos apercebermos, nós, adultos, brincamos com os sentimentos mais profundos de uma criança e destruímos coisas muito mais valiosas do que tudo o que elas poderiam partir sozinhas."

 

"Desconfia daqueles que te despedaçam os sonhos com a desculpa de estarem a fazer-te um favor, porque geralmente não têm nada para oferecer em troca!"

 

"A minha experiência é todo o tempo que tive para cometer erros e a capacidade que tive de os ultrapassar.

 

— O autor, Alejandro Guillermo Roemmers, nasceu em Buenos Aires em 1958 e, como se lê na capa, tem "uma vocação muito profunda, a de dedicar todos os seus esforços a trabalhar para um mundo melhor."